terça-feira, 27 de janeiro de 2009

MST: Terror, meio de vida, ou amor à terra!!!!

Estava lendo semana passada na revista Piaui (inclusive uma edição belíssima, recomendo!!!!) uma matéria intitulada "Só tenho o que preciso, está bom demais". É a história de uma "senhorinha" que teve muitas conquistas na cidade, mas que depois de relutar muito, resolveu acompanhar o marido e acampar com outros cidadãos em uma terra improdutiva. E ela contava que no começo era difícil, que o Incra nada faz, etc, etc... Leiam a matéria; vale a pena!!!
Bem, só utilizei este exemplo para falar um pouco do Movimento dos Sem Terra, que muitos taxam absurdo, vandalismo, meio de vida.... Não vejo bem assim. A reforma agrária é inexistente neste país, apesar que considero nosso presidente um grande articulador, e principalmente, antenado na ajuda a pessoas menos favorecidas. Mas infelizmente, a música Funeral de um Lavrador, de Chico Buarque de Hollanda e João Cabral de Mello Neto, que nos anos 70 fez grande sucesso, é tão atual quanto naquela época. Infelizmente!!!!!
E é engraçado! A grande maioria dos brasileiros luta muito para conseguir algo na vida, e a corrupção, leis fajutas, e muita pouca vergonha, geralmente não são criticadas com tanta veemência pelo povo brasileiro. Mas se um grupo que quer sobreviver invade uma terra improdutiva somente para tirar seu sustento, nossa! Caem de pau em cima. Óbvio, que todo movimento, onde se reevindica alguma coisa, tem o lado ruim. Tem sim os baderneiros, mas estão em minoria. Abrindo um parentese, este não é privilégio dos componentes dos MST's. Tem adolescente na cidade grande botando fogo em índio, espancando empregadas domésticas, jogadores de futebol que pegam "mulheres" em uma avenida do Rio de Janeiro tipicamente frequentada por travestis, e que se engana depois descobrindo que não é uma mulher mas uma "traveca"... Detalhe: a descoberta ocorreu no motel, somente três horas depois.
Ora, que incoerência, que falso moralismo... Mas a rede Globo está aí para colocar estes jogadores como santos, está aí para mostrar pais destes adolescentes vândalos indignados com o fato de o filho estar na cadeia pois ali só tem bandidos... Faça-me o favor, o filho dele é o que?
Bem, foi um parentese um pouco grande, mas vandalismo pra mim é isto. A nossa grande rede de televisão não diz isto, mas quando aparece um cidadão do MST munido de alguma foice, enxada para se defender... Nossa, a casa cai. Isto é absurdo! Mas quando matam alguém do movimento... Ah, sempre tem justificativa. Ele tava fazendo baderna, etc, etc, etc...
O interessante, é que estes veículos de comunicação, principalmente a Rede Globo de Televisão, não coloca que esta discussão é uma grande hipocrisia. Porque não contam a história desde os primórdios?
Quando a princesa Isabel aboliu a escravatura, por pura hipocrisia também, pois estava sendo pressionada, o Brasil fez o caminho inverso. Explico: nos Estados Unidos (que eu detesto, mas justiça seja feita, neste ponto eles foram demais) por exemplo, antes da abolição, as terras eram compradas. Depois dela, eles abriram para posse. Ou seja, por isto que hoje, os pequenos latifúndios de lá funcionam bem melhor. Os negros teriam também, a oportunidade de conseguir seu pedaço de terra.
Neste país que vivemos, antes da abolição as terras eram abertas para posse, e posterior a ela, as posses não eram mais permitidas. Ora, se não eram permitidas, obviamente os grandes latifundiários, que já tinham tomado posse das terras, continuariam escravizando nossos negros. Ou seja, sempre na contramão da história e sempre fazendo merda!!!!
Poxa, então hoje, porque as pessoas que querem produzir, muitas vezes para comer somente, não podem tomar posse de terras produtivas? Direito foi feito para todos, mas pelo visto, neste país... Bem, não há justiça né? É pedir muito deste nosso Brasil!!!

E só para ilustrar, a música mais atual.
Funeral de um Lavrador
Composição: Chico Buarque de Hollanda / João Cabral de Mello Neto

Esta cova em que estás com palmos medidaÉ a conta menor que tiraste em vidaÉ de bom tamanho nem largo nem fundoÉ a parte que te cabe deste latifúndioNão é cova grande, é cova medidaÉ a terra que querias ver divididaÉ uma cova grande pra teu pouco defuntoMas estás mais ancho que estavas no mundoÉ uma cova grande pra teu defunto parcoPorém mais que no mundo te sentirás largoÉ uma cova grande pra tua carne poucaMas a terra dada, não se abre a bocaÉ a conta menor que tiraste em vidaÉ a parte que te cabe deste latifúndioÉ a terra que querias ver divididaEstarás mais ancho que estavas no mundoMas a terra dada, não se abre a boca.

sábado, 24 de janeiro de 2009

Preconceito é o "Ó"

Bem, é difícil falar de assuntos polêmicos... Leia-se racismo, preconceito, aborto, mulher... Mas em tempos de vitória "negra" nas eleições dos EUA, não pode este espaço passar de liso. Barack Obama é o primeiro presidente negro da história dos Estados Unidos (aquele país tão simpático e que todos teimam em enaltecer). Isto é mágico, principalmente porque aconteceu em um país tão conservador (e ele é democrata) e tão preconceituoso em relação aos negros. Uma vitória também para o mundo, países em conflito.. Pelo menos o discurso do Obama deixou muita gente arrepiada com as promessas de "revisão" de todas as merdas feitas pelo senhor Bucho (oh! Bush).
Bem, mas não estou aqui para falar de Estados Unidos né? Tem coisa mais importante para trocar idéia com meus míseros "leitores". Na realidade, estou lendo "Chiquinha Gonzaga - Uma história de vida", da Edinha Diniz, e a questão negra é secundária nesta história. A questão da mulher, em um modelo patriarcal nos idos de 1800 (e alguma coisa) é de doer. Bem, eu já sabia, mas quando a gente lê, dói. Mas pensar que no século XXI, em pleno 2009, a gente ainda vê coisas absurdas feitas pelos machistas de plantão.
Sem fugir muito do propósito, a mulher, mesmo a de hoje, sofre preconceitos por onde vai, e o pior, os homens consideram que podem ainda decidir por ela, obrigá-la a absurdos, tudo pela força. Fora as leis, feitas por homens, que liberam ou proíbem o que a mulher deve ou não fazer... Este é o caso do aborto. Tem algumas falas que são fantásticas. Uma que quero recordar aqui é da Ruth Escobar: "Ninguém é a favor do aborto, mas às vezes ele se faz necessário. Quem pode decidir isto, é somente a mulher." E falar também que, ora, uma mulher que passa por isto, fisicamente e psicologicamente se torna um trapo. Pelo menos por um tempo.
Outra frase fantástica, é do hoje ministro da Saúde, José Gomes Temporão: "Não sei o que vocês ficam questionando sobre o assunto. O que tenho a dizer, é que se o homem engravidasse, as leis seriam outras." Ele matou a pau.
Na realidade, quero falar ainda mais sobre a mulher, o negro (pra mim preto, com todo carinho), o deficiente físico ou mental, e algumas sujeiras feitas com as pessoas, e que a sociedade simplesmente teima em colocar debaixo do tapete.
Até mais ver!

Nossa, este é só um desabafo!!!

Olha, não escrevi no dia que aconteceu, porque estava muito puta da vida. Bem, na realidade, dia 22 de janeiro, anteontem, estava eu parada no sinal vermelho de um cruzamento (isto é óbvio, né?), quando uma filha da puta (não quis escrever no dia para não chamá-la de filha da puta), me pegou na lateral do carro e arrebentou meu retrovisor esquerdo. Ora, quando abri a janela do carro para reclamar (sim, a janela, pois estava presa dentro do carro), ela disse que eu estava no meio da rua e que ela estava certa. "Afinal, meu retrovisor quebrou também", disse a filha da puta (com todas as letras, mas pensando bem, maiúsculas (FILHA DA PUTA). Às vezes penso na boçalidade das pessoas.... No trânsito, no trabalho, enfim... Bem, não gostaria de expor ninguém, mas como aquela filha da puta que se chama Creusa Aparecida Escandolara (não sei se é assim que se escreve) me bateu na lateral do carro e fugiu do local com cara de quem não fez nada, resolvi expô-la aqui sim. Aliás, ela tem quatro multas e duas autuações (levantei no Detran-Net). Umas por alta velocidade e outras por avanço de sinal vermelho (pode?!?!?!...). Bem, e como tenho a placa do Honda Fit cor grafite dela, DMR-8987, vou hoje atrás dela para que pague o meu estrago. Vamos ver o que acontece, pois estas pessoas 'meio dondocas' acham que são donas do mundo. E por isto deve ter fugido. O povo brasileiro tem uma mania irremediável... De não ir atrás dos seus direitos. Mas eu vou... Ah vou!
Bem, termino o meu protesto por aqui lembrando uma música do Caetano Veloso. Olha, este tipo de relato nem era para estar aqui, mas, é que precisava compartilhar. Beijo a todos.
Ai vai....

Podres Poderes
(Caetano Veloso)

Enquanto os homens exercem seus podres poderes Motos e fuscas avançam os sinais vermelhos E perdem os verdes, somos uns boçais Queria querer gritar setecentas mil vezes Como são lindos, como são lindos os burguesesE os japoneses, mas tudo é muito mais Será que nunca faremos se não confirmar A incompetência da América Católica Que sempre precisará de ridículos tiranos? Será será que será que será que será Será que essa minha estúpida retórica Terá que soar, terá que se ouvir por mais zil anos? Enquanto os homens exercem seus podres poderes Índios e padres e bichas, negros e mulheres E adolescentes fazem o carnaval Queria querer cantar afinado com eles Silenciar em respeito ao seu transe, num êxtase Ser indecente mas tudo é muito mau Ou então cada paisano e cada capataz Com sua burrice fará jorrar sangue demais Nos pantanais, nas cidades, caatingas e nos gerais? Será que apenas os hermetismos pascoais Os tons os mil tons, seus sons e seus dons geniais Nos salvam, nos salvarão dessas trevas e nada mais? Enquanto os homens exercem seus podres poderes Morrer e matar de fome, de raiva e de sede São tantas vezes gestos naturais Eu quero aproximar o meu cantar vagabundo Daqueles que velam pela alegria do mundo Indo mais fundo, Tins e Bens e tais

quinta-feira, 22 de janeiro de 2009

Vamos salvar a boa música brasileira...


Eu (Pituca) e até a Bicho (ali em cima) pra tocar né?!...

Tem a Ana Paula;



Olha a situação da nossa música:
Cazuza e Renato Russo morreram de AIDS;
Chico Science e Gonzaguinha morreram em terríveis acidentes de carro;Marcelo Yuka foi baleado e ficou sem o movimento das pernas e do braço esquerdo; Hebert Vianna sofreu um acidente de ultraleve, perdeu a mulher e sofreu danos no cérebro;
Marcelo Fromer foi atropelado e morreu no hospital;
Cássia Eller nos deixou, após um coquetel de drogas.
Quem será o próximo?
Ao longo dos anos, o abuso das drogas e do álcool nos tirou:
Elvis Presley, Jim Morrison, Janis Joplin, Jimi Hendrix, Brian Jones, John Boham, Kurt Cobain, Cid Vicius, Raul Seixas, Tim Maia, Bradley Nowell...
Outras fatalidades levaram Cliff Burton, Stevie Ray Vaughan, Jonh Lennon, Bob Marley, Rhandy Rhoad, Joe Ramone, Frank Sinatra, Fred Mercury, George Harrison, Marwin Gaye, Charlie Parker, Jaco Pastorious, Nico Assumpção, Tom Jobim, Vinicius de Morais...
AGORA PARE E PENSE:
QUANTOS PAGODEIROS, FUNKEIROS, AXEZEIROS, MORRERAM?
O Beto Jamaica cheira o que o nariz não agüenta e não morre, aquela praga;
Alexandre Pires enche o rabo de cachaça, sai a toda com o seu carro, mataum coitado no meio da rua, não morre e continua compondo aquelas merdas;Xandy e Carla Perez vão piorar ainda mais o futuro do mundo, tendo outros filhos;Netinho, do Negritude Júnior, tem voz de viado, rebola como viado, parece viado e tem filho que nem coelho;
E o tal do Rodriguinho, o que ele quer com aquela viseira na cabeça?E o Cumpadi Washington, tem a maior cara de pinguço de boteco da esquina, um péssimo gosto para roupa, mas come a Sheila Carvalho;
E o pagodeiro Bello, metido com traficante e até encomendando míssil antiaéreo...AONDE O MUNDO VAI PARAR???
Não quebre essa corrente!
Se você passar essa mensagem para:
1 pessoa: Morre o Xandy;
2 pessoas: Morrem Xandy e Netinho;
3 pessoas: Morrem o Bonde do Tigrão, o Cumpadi Washington, Xandy, Alexandre Pires e o Vavá;
10 pessoas: Morrem É o Tchan, Alexandre Pires, Vavá, Frank Aguiar, qualquer nome 'dos teclados', a Kelly Key e o Xandy;
25 pessoas: Haverá um show de pagode/funk/axé no Afeganistão, em homenagem para o Bin Laden, e ele, para variar, decidirá jogar o avião dos 'artistas' em cima da casa do Xandy.
50 pessoas: a Sandy se transformará em uma porra-loca, sairá na Playboy, se tornará stripper de uma boate em Copacabana e cobrará 10 mangos mais uma coxinha com Sukita pelo programa, e seu irmão, o Júnior, mudará de sexo, e passará a se chamar Samantha, e o melhor de tudo: ficará mudo.

CASO VOCÊ NÃO PASSE ESSA MENSAGEM PARA FRENTE, TODOS OS RÁDIOS À SUA VOLTA TOCARÃO ETERNAMENTE ´BABA BABY´, ´BOLADONA´ e outras porcarias rotineiras.
Isso é assunto sério!!! Não quebre esta corrente!!!
Você não vai morrer, mas dizem que no inferno só toca Calypso!!!--



Olha, esta é sem dúvida, uma das mais criativas mensagens que já recebi. Aliás, abro poucas, mas quando falou em música.... Fui eu lá...
Beijos


E olha as fotos: Tem a Ana Paula (esquerda), eu (centro) e até a Bicho (direita) pra tocar né?!...

A burrice tecnológica reina



Bem meus amigos, estou aqui. Justo eu, que sou uma analfabeta (leia-se anta) tecnológica. Mas depois de muito pensar... Depois do meu amor (na foto ao lado) falar... "Você é capaz... Você precisa montar um blog... Você tem tanta coisa para falar para as pessoas... Trocar idéias... Mostrar ao mundo (aí meu amor foi bem longe) o que pensa... É tão fácil...." Estas e outras coisitas más....
Aí, esta pessoa que vos fala, simplesmente resolveu criar este blog. Conclusão: ontem, depois de montadinho, fui colocar esta letra de música que achava que tinha que abrir meu blog. Não conseguia postar.... Vocês acreditam?
Mas aqui estou eu, para compartilhar com vocês que acionarem meu endereço, idéias, reclamações, enfim, tudo o que nos rodeia. E óbvio, respeitar opiniões, sem maiores problemas.
Estou eu aqui, no mundo virtual.... Agora, gente, pegar uma revista, um jornal (de papel) para ler... é muito diferente...Fala a verdade.
Bem um grande alô ao mundo virtual e a todos que me acessarem.
Pituca (a experimental!!!!!)

quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

A conversa atravessada de quem não tem o que fazer

Esta música do Guinga e Aldir Blanc retrata bem o que as pessoas fazem quando não têm o que fazer na vida: "Vira polícia da xereca da vizinha." Fala do puritanismo entranhado nas mulheres provenientes da educação patriarcal. Fala das pessoas falso-moralistas, que têm de ocultar tudo o que fazem. Mas em contrapartida fala da beleza do dia-a-dia prazeroso... "Ensina" sobre o amar, o se entregar, de uma maneira debochada... E eu gosto muito desta ginga dos dois. A maneira descontraída de falar coisas que as pessoas têm problemas para digerir. Tem que deixar fluir.

O COCO DO COCO
Guinga e Aldir Blanc

Moça donzela não renega um bom côco, nem a mãe dela, nem as tias, nem a madrinha.
Num côco tô com quem faz muito e acha pouco. Em rala-rala é que se educa a molhadinha.
Se tu não peca, meu bem, cai a peteca, neném,vira polícia da xereca da vizinha.
Se tu se guarda e não tem, tá encruada que nem, ovo no cú da galinha.
Não tem cinismo que diz: entre a santa e a meretriz; só muda a forma com que as duas se arreganha. Eu só me queixo se me criar teia de aranha. Quem nega tá de manha ou faz pouco que gozou. No tempo que eu casei de véu com meu marido era virgem no ouvido e ele nunca reclamou. Pra ser sincera, eu acho que isso inté facilitou...

E só lembrando Fernando Pessoa:
"Segue o teu destino
Rega as tuas plantas,
Ama as tuas rosas.
O resto é a sombra
De árvores alheias."

GRANDE!!!!!!!!!!!!!!!